Vantagens de medir software

Muito se fala sobre as vantagens de se obter o tamanho das coisas e em especial, na área de sistemas, mas pouco resultado prático se vê no gerenciamento dos projetos. Nossas estatísticas são as do tio SAM, e já são desatualizadas, mas a rádio corredor, pode-nos dar uma dimensão da nossa realidade. Projetos sempre em atraso e com grandes deficiências na qualidade, e a origem desses problemas são sempre os mesmos e conhecidos. Outros países utilizam a medição dos requisitos para ajudar no refinamento dos mesmos na fase funcional e posteriormente utilizado o tamanho para o planejamento das atividades, e só depois, calcular os custos de todo o planejamento das atividades do projeto.

Mas, em terras tropicais, utiliza-se, somente, para calcular o custo prévio das necessidades da aplicação sem levar em conta os itens mencionados anteriormente, ajustando-se às funcionalidades do aplicativo “Project”.

De qualquer maneira, é importante a necessidade de se conhecer pontos de função (APF) porque começa a ajudar nas seguintes questões:

  • Melhora o grau de assertividade das estimativas de produtividade de projetos.
  • Apóia o relacionamento entre cliente e fornecedores com uma mesma linguagem.
  • Apóia a contratação mais justa, se aplicado os propósitos do método.
  • Facilita a gestão dos contratos.
  • Gera orçamentos mais precisos e permite uma previsão orçamentária.
  • Auxilia os gestores na tomada de decisões nas fases iniciais dos projetos.
  • Auxilia na avaliação de melhorias no processo de desenvolvimento dos projetos.

Pensando um pouco: Muito proveito se pode obter com a aplicação do método de medição

para obter o tamanho dos requisitos, e neste ponto devem-se diferenciar os requisitos funcionais e não-funcionais na obtenção de dados para gerir os projetos. Muitos leram e pensaram… Só conversa fiada. E é mesmo. Mas, se tomarmos conhecimento e refletirmos e debatermos o assunto pode iniciar uma mudança. Pense nisso!

Carlos Campos (06.06.11)