Ciclo para construir programas

Como elaborar um programa? É de suma importância conhecer com bastante clareza o ciclo que envolve a construção de um programa, seja em que linguagem for construído. Por este motivo vamos apresentar de um modelo de desenvolvimento e mencionar pontos importantes para a implementação de  um planejamento. Para as empresas que adotam o modelo de “Fábrica de Software” é muito importante a utilização um modelo de processo de construção além de modelos de programas com padrões de construção para ajudar na busca de eficiência e da respectiva qualidade que vai ajudar a garantir a produtividade com reflexos diretos na sustentabilidade financeira. A produtividade é muito mais do que controlar e determinar o tempo de criação de programas. Os administradores ainda cometem os mesmos erros pelo desejo de baixar custos e por ter que aceitar condições do próprio cliente que acaba retornando ao próprio cliente em custos adicionais nas futuras manutenções e em desempenho da máquina. Existem estatísticas que apontam isso e temos os próprios profissionais que depois de muitos anos têm passado pela experiência de ver programas mal escritos e as perdas de desempenho são muito significativas.

objetivo do programa. A construção de um programa exige planejamento, da mesma forma que o sucesso do projeto está associado à aplicação de procedimentos de gerenciamento, que cada vez mais estão em moda. Existem passos, em ambas as atividades, que são importantes para a sua realização com o objetivo de atingir o resultado pretendido e assim obter o sucesso. Antes de iniciar a construção de um programa é importante analisar alguns pontos, como os seguintes:

  • Identificar o objetivo do programa
  • Identificar os dados de entrada
  • Identificar os dados de saída
  • Planejar o código
  • Codificar
  • Escrever o programa
  • Testar o programa

Para identificar e compreender o objetivo do programa é preciso ler a definição do programa (especificação de componente como muitos chamam). Após a leitura da definição do programa é prioridade entender e elaborar a lógica principal. Para programas BATCH, por exemplo, se é um lê e imprime, se é um BALANCE-LINE, se tem quebra e quais os seus níveis, e por aí vai. A lógica é importante, mas os dados também. E por isso é preciso identificar quais são os dados de entrada e quais são os de saída.

Planejar a lógica. Depois de identificado o objetivo, a lógica principal e quais são os dados e entrada e saída é importante planejar e elaborar o fluxo da lógica que vai atender o objetivo. Deve – se, pelo menos, elaborar a lógica principal. Se utilizar a lógica de programação estruturada, melhor ainda. Planejar a lógica é muito importante para a rápida construção do código e o sucesso dos testes. Planejar a lógica é tão importante para construir o programa como planejar o projeto do desenvolvimento de um sistema, por exemplo. Existem pensamentos diferentes naqueles que planejam e gerenciam projetos porque os mesmos já distanciaram do ambiente de construção e têm que atender às modernas e elegantes metodologias. E por mais que o planejamento do projeto aborde o tempo de construção, sempre o subestimam porque pensam que é perda de tempo. Se for perda de tempo elaborar a lógica do programa, também deve ser o tempo desperdiçado na elaboração de toda a documentação e depois no preenchimento delas durante a existência do projeto. Se o programa funcionar na primeira. Tudo bem, ninguém vai sentir a necessidade do planejamento, mas, se precisar de uma correção ou manutenção, é aí que a o tempo vai ser desperdiçado.

Um programa sem um fluxo prévio tem uma probabilidade maior de aparecer erro. Se for difícil identificar a lógica, como garantir que o programa vai cumprir com os objetivos? E quando for necessário efetuar uma alteração no programa? E se for por outra pessoa? É aí, também, que o tempo é desperdiçado, porque é necessário descobrir como funciona programa. Enfim, é produtividade desperdiçada. Sem um planejamento é quase impossível entregar serviços de qualidade no prazo. Isto se aplica em tudo. E o tempo gasto na elaboração do fluxo da lógica principal costuma ser de no máximo, de quatro (4) horas para programas de média complexidade. É um tempo que mais tarde vai ser visto como importante.

Codificar. A codificação de um programa é a parte mais simples, se forem executados os passos descritos como sendo os antecedentes à criação do código fonte. Para codificar um programa é necessário estar atendo às normas de codificação porque normalmente elas atendem aos requisitos de qualidade, segurança do cliente. Para a codificação de programas COBOL, e principalmente BATCH, é muito produtivo e eficiente elaborar o programa com base nos princípios da lógica de programação estruturada. A padronização da codificação de um programa é importante porque tem como objetivo tornar visíveis e fáceis de entender a sequencia dos comandos.

Planejar e executar o teste. Para concluir o processo de elaboração de um programa o teste é importante para garantir a qualidade do produto a ser entregue. O teste, e as suas evidências, são as ferramentas que vão garantir que o programa cumpre todos os requisitos da especificação do mesmo. Para que o teste atinja o seu objetivo e seja no menor possível é importante iniciar o teste com a elaboração do plano de teste. Pelo menos um plano simplificado dos principais requisitos para que se possa dominar o os testes. E como começar os testes sem o conhecimento dos dados de entrada? Dominar a massa de testes é ouro ponto crucial para que os testes possam ser produtivos. Um bom teste elabora a sua massa de testes que leva em consideração todas as condições e todas as SECTION do programa e todas as opções de cancelamento.

Compreender. Uma certeza pode – se ter. Construir programas que cumpram com o seu objetivo no menor tempo possível de execução requer mais que do simplesmente construí–lo. Pense nisso.

Carlos Campos 26/11/10.