Requisitos do usuário

A identificação e posterior criação das funcionalidades e de todo o ambiente de uma aplicação está baseada nos requisitos do usuário. Por esse motivo o método de medição funcional do IFPUG, a APF, utiliza a definição e orientação utilizada pela ISO. Em 1998 foi publicado o primeiro padrão de medição de tamanho funcional pela ISO/IEC como 14143-1:1998 e foi atualizado em 2007 como 14143-1:2010. Segundo a ISO/IEC, este padrão define “Tamanho Funcional” como “um tamanho da aplicação obtido através da quantificação dos Requisitos Funcionais do Usuário”. A ISO/IEC 14143-1 define os conceitos fundamentais de Medição de Tamanho Funcional (FSM), assim como descreve os princípios para a aplicação do método FSM mas sem fornecer regras detalhadas.

Tamanho funcional. O tamanho funcional é o tamanho de uma aplicação obtido através da quantificação dos Requisitos Funcionais do Usuário.

Requisitos do Usuário. A ISO/IEC 14143-1, classifica os requisitos do usuário em dois em duas categorias:

  • Requisitos funcionais do usuário
  • Requisitos não funcionais do usuário

Requisitos Funcionais do Usuário. Os requisitos funcionais do usuário são um subconjunto dos requisitos do usuário que descrevem o que a aplicação deve fazer, em termos de tarefas e de serviços e somente estes são considerados para a base de cálculo do tamanho funcional.

Nota: Requisitos funcionais do usuário incluem, mas não estão limitados a:

  • Transferência de dados (exemplo: entrada de dados de cliente);
  • Transformação de dados (exemplo: calcular taxa de juros bancária);
  • Armazenamento de dados (exemplo: armazenar dados de cliente);
  • Recuperação de dados (exemplo: listar os empregados atuais).

Podemos considerar como exemplos de requisitos funcionais de usuários, os seguintes itens:

  • Na inclusão do pedido serão informados, obrigatoriamente, pelo usuário: o código do pedido, o código do cliente, a data de entrega e o valor do pedido.
  • A data de entrega, no momento da apresentação da tela de inclusão, deverá ser apresentada utilizando a seguinte regra de formação: somar cinco dias úteis à data do dia.
  • Após a inclusão, deverá ser emitida uma mensagem para informar se houve sucesso na operação.

Requisitos Não-Funcionais do Usuário. A ISO não oferece definição para Requisito Não-Funcional do Usuário, mas apresenta alguns exemplos, mas não estão limitados aos mesmos:

  • Restrições de qualidade (exemplo: usabilidade, confiabilidade, eficiência e portabilidade);
  • Restrições Organizacionais (exemplo: locais de operação, Hardware alvo e aderência a padrões);
  • Restrições Ambientais (exemplo: segurança, privacidade e sigilo);
  • Restrições de Implementação (exemplo: linguagem de programação).

Carlos Campos 01/12/10.