Processo de medição

Para realizar uma contagem de pontos de função (PF) pelo método APF (Análise de Pontos de Função) do IFPUG, é necessário passar por um caminho onde devem ser aplicados conceitos, procedimentos e regras. É de suma importância que sejam executados as seguintes atividades para identificar e classificar os Componentes Funcionais Básicos (CFB),que são as funcionalidades fornecidas ao usuário. os seguintes grupos de atividades devem ser seguidas:

  • Reunir a documentação disponível,
  • Determinar o escopo da contagem e a fronteira da aplicação, e identificar os requisitos funcionais do usuário,
  • Medir as funções de dados,
  • Medir as funções de transação,
  • Calcular o tamanho funcional,
  • Documentar a contagem de pontos de função, e
  • Reportar o resultado da contagem de pontos de função.

Avaliar documentação disponível. O primeiro passo (etapa) para contar ponto de função é juntar e avaliar a documentação disponível que vai ser o insumo para a contagem. O documento utilizado na contagem deve descrever a funcionalidade que deve ser entregue pela aplicação ou a funcionalidade que é impactada pelo projeto de aplicação que está sendo medido (contado). A documentação mais apropriada é a descrição dos requisitos, mas pode incluir: modelos de dados, diagramas de contexto, diagramas de fluxo de dados, casos de uso, descrições processuais, definição de relatórios, definição de telas, manuais do usuário e outros artefatos de desenvolvimento da aplicação. Se a documentação disponível não for suficiente, pode-se obter informações com os peritos no negócio.

Determinar o escopo da contagem a fronteira da aplicação e identificar os requisitos funcionais. Neste segundo passo para contar ponto de função está incluído vários procedimentos muito importantes após a identificação e junção da documentação para a respectiva avaliação. Considere os seguintes itens a serem identificados:

  • Determinar o propósito da contagem,
  • Determinar o escopo da contagem, e
  • Identificar a fronteira da aplicação.

Conhecer estes itens são fundamentais para a identificação e classificação dos dados e das transações que estarão na contagem de pontos de função. Uma medida de tamanho funcional é obtida a partir da contagem para ser utilizada como uma resposta a uma pergunta de negócio vinda de um propósito. É a pergunta de negócio que determina o propósito da contagem. As contagens de ponto de função podem ser identificadas, conforme baseado em seu propósito, em um dos três tipos:

  • Projeto de desenvolvimento, ou
  • Projeto de melhoria, ou
  • Aplicação.

Após a determinar o propósito da contagem define-se o tipo de contagem a ser executada e, com base nisso determina-se o escopo da contagem para identificar o conjunto dos requisitos funcionais do usuário que devem estar incluídos na contagem de pontos de função. Depois de determinar o escopo da contagem, é necessário identificar a fronteira da aplicação para poder definir o que pertence ou não à aplicação que está contada e com isso conseguir identificar o que entra e o que sai da aplicação.

Projeto de desenvolvimento. O projeto de desenvolvimento é aquele que tem como objetivo efetuar a criação de uma aplicação e mede as funções fornecidas ao usuário na primeira instalação da aplicação (quando o projeto é concluído).

Projeto de melhoria. O projeto de melhoria é aquele que tem como objetivo efetuar uma melhoria em uma aplicação já existente através da inclusão, exclusão ou alteração de funcionalidades e mede as funções fornecidas ao usuário na conclusão do projeto.

Aplicação. A contagem de pontos de função de uma aplicação já existente e mede as funções que a aplicação oferece atualmente ao usuário.

Medir Funções de Dados. Após analisar a documentação e determinar o propósito da contagem e o escopo da contagem e identificar a fronteira da aplicação pode-se prosseguir para determinar o tipo de contagem a ser efetuada. Esta etapa “contar funções de dados” nos passos dos procedimentos de contagem refere-se à identificação dos arquivos lógicos de dados permanentes que devem ser mapeados e contados. As funções de dados estão divididas em:

  • Arquivo Lógico Interno (ALI) e,
  • Arquivo de Interface Externa (AIE).

Agora que foram identificados e classificados os grupos de dados, é preciso efetuar a identificação e a classificação dos dados que serão processados pelos processos envolvidos no escopo da contagem. Para se efetuar a contagem das funções de dados, é necessário que antes seja determinado o propósito da contagem e o tipo da contagem, o escopo da contagem e a fronteira da aplicação. A contagem das funções de dados pode ser efetuada antes ou depois da contagem das funções de transação.

Uma função de dados representa a funcionalidade fornecida para o usuário para o armazenamento de dados que podem ser classificados de internos (que pertencem à aplicação sendo medida) ou de externos (que pertencem a outras aplicações), pode ser vista como um depósito de dados, um arquivo, uma tabela ou qualquer outro tipo de armazenamento de dados. Entenda que uma função de dados não é um arquivo. Só foi colocado assim para fazer uma analogia com o intuito de melhorar o entendimento.

Depois de identificada e classificada a função de dados ela, recebe uma complexidade (baixa, média ou alta) e a partir disso é determinado o valor, em pontos de função, que a mesma vai contribuir para o tamanho da contagem.

Medir Funções de transação. Esta etapa engloba a identificação e classificação das transações que vão processar os dados envolvidos no escopo da contagem. A função de transação representa a funcionalidade que é fornecida ao usuário para o processamento de dados por uma aplicação. Por exemplo: incluir funcionário ou, consultar os dados do funcionário. A função de transação pode ser classificada em:

  • Entrada externa (EE)
  • Saída externa (SE)
  • Consulta Externa (CE)

Depois de identificada e classificada a função transacional, ela deve ser classificada quanto à sua complexidade (baixa, média ou alta) e a partir daí é determinado o valor, em pontos de função, que a mesma vai contribuir para o tamanho da contagem.

Calcular tamanho funcional. O tamanho funcional representa uma medida dos requisitos funcionais do usuário que foram classificados como funções de dados e de transações e que foi transformado num valor que corresponde a uma medida para cada uma das funções (dados e transações). Para calcular o tamanho da contagem é preciso utilizar uma fórmula específica para cada tipo de contagem e uma outra para a aplicação. Carlos Campos 01/12/10.